Ads 468x60px

.

Labels

13 de novembro de 2013

Conheça o TinCan, a rede social que dispensa internet

Uma rede social que não precisa de internet. Pode parecer um pouco estranho, mas esta é a proposta do TinCan, aplicativo que se assemelha bastante a um Twitter, mas que não depende em nada do sinal do celular ou de conexão à internet para propagar uma mensagem. Tal qual o Twitter, ele permite que você poste qualquer coisa publicamente, mas cada usuário decide o que irá receber em sua timeline. Você pode seguir outras pessoas para receber especificamente o que elas postam.
No entanto, por não usar a internet, o alcance das mensagens que você divulga é bastante curto. Ele está restrito ao alcance do sinal de rádio do Wi-Fi emitido pelo seu celular, mas é aí que entra outra característica única do aplicativo: ele permite que a mensagem passe de celular para celular que tenha o app instalado, possibilitando que o seu “tuíte” possa chegar a lugares onde você nem imagina. Claro, ele também depende de que muitas pessoas tenham o aplicativo instalado para isso. Desta forma, o TinCan não é ideal para conversar com alguém próximo. 

Ele conta com um atraso grande na entrega das mensagens e não tem muita privacidade, então é mais fácil falar com a pessoa presencialmente, ou, utilizar outro aplicativo que utilize a internet. Entretanto, se você for se comunicar com uma multidão, a teoria diz que não há nada melhor. A história recente mostra o problema que é suprir a demanda de internet quando há aglomerações humanas. Basta lembrar o caso dos protestos de junho, em que pouquíssimos conseguiam conectividade. A circulação de informação nestes casos pode ser importantíssima para a segurança de todos. 

Em regimes mais autoritários, pode haver até mesmo um corte das redes de dados, o que impediria totalmente a divulgação de informações, mas o TinCan permaneceria funcionando. Outros usos que o Daily Dot sugere incluem pessoas atingidas por desastres naturais, nos quais as comunicações ficam bastante escassas. Normalmente, redes celulares e internet se tornam artigos de luxo nestas ocasiões e pode ser importante trocar informações com os próximos e espalhar dados.

Contudo, o desenvolvedor Mark Katakowski também prevê usos em situações mais frívolas também. Usuários poderiam tirar proveito da funcionalidade do TinCan em shows, eventos esportivos, festivais e outros espaços onde a conectividade possa estar limitada por um número excessivo de tentativas de conexão. Há, no entanto, um problema, que é reconhecido pelo próprio desenvolvedor. O sistema de transmissão, de aparelho para aparelho, possibilitaria uma disseminação facílima de malware e vírus. 

Além disso, as mensagens disseminadas pelo TinCan não possuem nenhum tipo de informação que as ligue a um celular em específico, tornando-as irrastreáveis. Por enquanto, o TinCan está disponível apenas para o Android, mas deve ser lançado para o Windows Phone em breve. Pela natureza do aplicativo, Katakowski duvida que ele consiga ser lançado na App Store, pelas restrições da Apple e possível ameaça à segurança do usuário do iOS.

Fonte: olhar/digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
function signinCallback(authResult) { if (authResult['access_token']) { // Successfully authorized document.getElementById('signinButton').setAttribute('style', 'display: none'); } else if (authResult['error']) { // There was an error. // Possible error codes: // "access_denied" - User denied access to your app // "immediate_failed" - Could not automatially log in the user // console.log('There was an error: ' + authResult['error']); } }