Ads 468x60px

.

Labels

5 de maio de 2013

Teste de satélites com Android foi um sucesso, diz NASA


Após mais de quatro anos de trabalho aproveitando parcerias com universidades, a NASA finalmente lançou os seus PhoneSats ao espaço. Os microssatélites funcionam com base no sistema operacional Android e para desenvolvê-los foram utilizados dois aparelhos HTC Nexus One e um Samsung Nexus S.
Isso levou os custos do projeto a um patamar extremamente baixo, uma vez que cada satélite enviado ao espaço saiu por menos de 3.500 dólares. Segundo os informes da agência espacial norte-americana, três desses inventos foram enviados ao espaço no final do mês passado. De acordo com as notas da NASA, apesar de eles já terem desparecido na atmosfera terrestre, todos cumpriram com perfeição a sua missão

Android espacial

Bruce Yost, gerente do chamado “Small Satellite Technology Program“, disse que “durante o pequeno período de tempo em que os gadgets estiveram no espaço, eles conseguiram demonstrar que os smartphones podem atuar como verdadeiros satélites quando enviados ao espaço”.

Além disso, para comprovar o sucesso da empreitada, a NASA contou com a colaboração de alguns operadores de rádio amador para realizar a comunicação com os aparelhos. Os três celulares tiraram fotos da Terra utilizando as suas próprias câmeras, contudo, as imagens não ficaram com a melhor qualidade possível.

Segundo as informações divulgadas, isso aconteceu porque elas foram enviadas em pequenas partes de volta aos laboratórios, sempre utilizando uma banda de rádio UHF.

Fonte: tecmundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
function signinCallback(authResult) { if (authResult['access_token']) { // Successfully authorized document.getElementById('signinButton').setAttribute('style', 'display: none'); } else if (authResult['error']) { // There was an error. // Possible error codes: // "access_denied" - User denied access to your app // "immediate_failed" - Could not automatially log in the user // console.log('There was an error: ' + authResult['error']); } }